Parque Estadual do Sumidouro – MG: Grutas, atrativos e dicas!

Entrada do Parque Estadual do Sumidouro

01/06/2021

O Parque Estadual do Sumidouro é um lugar belíssimo que vale a pena ser visitado. Lá é possível conhecer grutas, museus e ainda fazer escalada e trilhas em meio às ruínas históricas locais e à bela natureza mineira. Isso porque o parque é repleto de pinturas rupestres e paisagens pré-históricas que podem surpreender qualquer pessoa.

Além disso, o parque conta com belos mirantes e lagoas que formam uma visão esplendorosa da natureza local. Saiba o que fazer no Parque Nacional do Sumidouro com as dicas do nosso artigo!

Como chegar ao Parque Estadual do Sumidouro?

Parque Estadual do Sumidouro

Fonte: Minasgerais

Para chegar ao Parque Estadual do Sumidouro é preciso seguir pela MG-010, em direção à Serra do Cipó, e entrar à esquerda depois do KM 44, no Bairro Campinho. Depois é só seguir as placas localizadoras até o Parque Estadual do Sumidouro. Todo o trajeto é bastante facilitado, pois há sinalização na maior parte.

Os ônibus convencionais que fazem o trajeto até o Parque Estadual do Sumidouro são os do Consórcio Lagoa Viva, com nome de “Museu/Gruta da Lapinha” que possuem os seguintes números: 3002, 3003 e 3004.

Você também pode optar por fazer o translado até o Parque Estadual do Sumidouro partindo do Aeroporto do Confins ou da Rodoviária de Belo Horizonte. Para isso é preciso comprar as passagens até o aeroporto/rodoviária, e depois solicitar o translado até o parque. Essa opção é bastante facilitada.

+ Veja também Como ir para o Aeroporto de Confins? Dicas e informações úteis!

Onde fica o Parque Estadual do Sumidouro?

  • Endereço: Rodovia AMG 115, Km 6 | Lapinha Lagoa Santa, Minas Gerais, 3000-000, Brasil.
  • Telefone: +55 31 3689 8592.

O que fazer no Parque Estadual do Sumidouro?

Gruta da Lapinha

Gruta da Lapinha

Fonte: Pousada mirante do sol

Há uma gruta maravilhosa no Parque Estadual do Sumidouro com trilhas bem estruturadas e totalmente sinalizadas com luzes LED, chamada de Gruta da Lapinha. Lá é possível visualizar vários minerais e salões abertos com paredes rochosas. Ela é uma das maravilhas da Estrada Real. O principal meio de acesso é feito pela portaria do Museu Peter Lund Gruta da Lapinha.

Ela é aberta para visitas de terça a domingo das 8h30 às 17h00. O percurso é de 40 minutos, a sua extensão é de 300 metros e o seu grau de dificuldade é médio. Além disso, o parque conta com a Gruta da Macumba que possui fósseis e serve como local de estudo de carstologia. Essa é uma pequena caverna que se situa perto da Gruta da Lapinha.

Museu Peter Lund

Museu Peter Lund

Fonte: Agência Minas Gerais

O Museu Peter Lund teve a sua inauguração em 2012 e atualmente conta com mais de 80 fósseis em seu acervo. O local possui salas de exposição que servem como “pequenos cinemas” para que o visitante tenha uma experiência maravilhosa.

Nesse museu é possível fazer uma viagem ao passado e conhecer objetos históricos e científicos encontradas pelo paleontólogo Peter Lund. Conheça itens pré-históricos visitando esse belo museu. Esse lugar é maravilhoso e pode ser o local perfeito para os amantes da história.

  • E-mail para agendamento: [email protected]
  • Telefone de contato e divulgação: (31) 3689-8585 / (31) 3689-8592 / (31) 3689-8592.

Trilhas

Placas da Trilha do Sumidouro e Trilha da Travessia - Parque estadual do Sumidouro

Fonte: Tripadvisor

É possível fazer trilhas no Parque Nacional do Sumidouro, iniciando pela Gruta da Lapinha e finalizando na Gruta da Macumba. Há belas paisagens e itens históricos que podem ser vistos durante o circuito do Sumidouro.

O trecho é em torno de 45 minutos e o percurso conta com extensão de 500 metros. A dificuldade é média e os horários disponíveis para fazer o circuito são: 10h00 e 14h00.

Trilha Travessia

A Trilha Travessia é uma das mais especiais do local. No caminho dela é possível alcançar o pico mais alto do parque, o Mirante do Cruzeiro. Além disso, a trilha conta com uma parada para descanso em uma árvore de extenso tamanho – que é bastante importante para a história local.

Durante a travessia também é possível ver a Lagoa e a Gruta do Sumidouro e finalizá-la no Mirante do Sumidouro. A extensão da trilha é de 5,5 km, a sua dificuldade é média e o teu trecho é de 2 horas e 30 minutos.

Trilha do Sumidouro

A Trilha do Sumidouro reserva uma excelente experiência para o visitante, visto que é possível conhecer mais da pré-história local durante a travessia. O início da trilha começa na Casa Fernão Dias, passando pelos mirantes – que oferecem uma bela visão do entorno da Lagoa do Sumidouro – e finaliza na orla da lagoa.

O percurso é de 2,3 km e pode ser finalizado em 1 hora e 30 minutos. O grau da trilha é médio e a sua entrada é permita até às 15h00.

Escaladas

 

Homem fazendo escalada

É possível até mesmo fazer escalada no Parque Nacional do Sumidouro. Isso porque a Lapinha conta com vários maciços de 550 a 750 metros. É necessário que o visitante saiba escalar e leve o seu próprio equipamento para a escalada. A entrada é permitida de segunda a domingo das 8h00 às 13h00.

O horário de saída máximo é até às 17h00. É permitido somente 40 pessoas, no máximo, por vez.

Casa Fernão Dias

Casa de Fernão Dias

Fonte: Wikimedia Commons

A Casa Fernão Dias é considerada um patrimônio histórico que homenageia o Bandeirantes Fernão Dias. De acordo com a história, ele viveu na região de Pedro Leopoldo juntamente com a sua tropa em busca de pedras preciosas, como o ouro. O acervo do lugar é repleto de objetos arqueológicos e até mesmo itens naturais pertencentes à região. A entrada é gratuita.

  • Telefone de contato: 31 3661-8122.
  • Endereço: Praça Fernão Dias,10 | Pedro Leopoldo, Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Horários de funcionamento: terça a domingo das 09h00 às 17h00.

Pinturas Rupestres

Pinturas Rupestres do Parque Estadual do Sumidouro

Fonte: Autofato

É possível encontrar várias pinturas rupestres nas grutas e rochas do Parque Nacional do Sumidouro. Elas correspondem às representações pré-históricas pintadas em paredes, tetos e vários outros tipos de superfícies. O acervo de pinturas nas grutas do parque é gigantesco, e a visitação ao local é imperdível.

Muitas pessoas gostam de visualizar essas pinturas porque essas falam sobre a história da humanidade no período pré-histórico. Caso você tenha interesse em saber mais sobre essa época, não deixe de conhecer as pinturas rupestres do Parque Nacional do Sumidouro.

Dicas para aproveitar a viagem

Para aproveitar o Parque Nacional do Sumidouro, recomendamos que você coloque em sua mochila roupas leves e tênis, além de comida e água. Ademais, vá com bastante energia para aproveitar todo o local.

E aí, gostou de saber dicas para conhecer o Parque Nacional do Sumidouro? Compre já suas passagens aéreas para visitar todas as belezas da região mineira!

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

COVID-19

COVID-19

Saiba o que fazer em relação as suas viagens de ônibus