Atendimento

Você já viajou de carona? O Constantino já, e contou um pouco da sua experiência para nós!

Ser mais velho às vezes dá a impressão de ter vivido em outra época. Ter vivido em outro século já é um fato em si difícil.

Já viajei muito de carona. Entre Rio e Vitória(ES) foram no mínimo duas por ano (férias escolares).

A mais longa foi Rio x Bahia ida e volta. A ida foi mais fácil, peguei uma carona até Jequié. O motorista era capataz de uma fazenda de cacau. Fiquei dois dias na fazenda conhecendo um pouco a cultura.
A volta a partir de Salvador foi cansativa. Depois de dois dias ainda estava em Governador Valadares, resolvi ficar na casa de parentes que me proibiram de continuar de carona. Fiz o restante de ônibus. Se formos medir a distância talvez a maior parte fosse de ônibus mesmo.

Teresópolis, a volta era sempre de carona, descer a serra em caminhões lotados de verduras a 20 por hora.

Era o espírito da época. Quando íamos de carro sempre parávamos. Minha mãe dizia que não podia ver ninguém pedir carona e dizer não.

Achava que era “pagamento” pelo que me faziam.

Busque sua PASSAGEM AÉREA
Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses 
(no colo)
Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

De segunda à sexta das 09:00 às 18:00 horas (exceto feriados).

Razão Social - Pbcom Assessoria e Participação S/C LTDA
CNPJ - 03.178.230/0001-33
Endereço - Av. Francisco Bicalho nº1,  mezanino, salas 31/34/35, Santo Cristo, Rio de Janeiro - RJ. Cep:20220-310