Parque estadual Serra do Papagaio – Trilhas, Ingressos e Dicas!

Parque estadual da Serra do Papagaio

26/11/2019

O Parque Estadual da Serra do Papagaio, um santuário da Mata Atlântica, é um local perfeito para o ecoturismo. Saiba mais sobre como chegar, ingressos, roteiros de passeios e dicas.

Para as pessoas que gostam de realizar ecoturismo, o Parque Estadual da Serra do Papagaio, um conjunto montanhoso ao Sul de Minas Gerais, é o local perfeito. Esta área de preservação abriga grande parte da Mata Atlântica que ainda resta no estado. E, devido à isto, a Serra do Papagaio possui diversas espécies endêmicas e até mesmo ameaçadas de extinção, como o urubu-rei, onça pintada, mono carvoeiro, macaco sauá, dentre outras.

Ainda, o Parque Estadual da Serra do Papagaio, que abrange os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto, possui mais de 1.200 nascentes de água. Assim, além dos turistas terem contato com a vegetação, eles podem também usufruir das cachoeiras e cânions do local, como a Cachoeira dos Garcias e a do Vertedouro.

Para que possa planejar mais facilmente a sua viagem para o Parque Estadual da Serra do Papagaio, confira abaixo todas as informações importantes, desde como chegar no local até dicas sobre como aproveitar o local.



Como chegar?

Placa de chegada no Parque Estadual Serra do Papagaio Fonte: Freddy ducelerc

Como mencionado, o Parque Estadual da Serra do Papagaio abrange os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto. E, esta unidade de conservação localiza-se na Serra da Mantiqueira. Desta forma, para chegar na Serra do Brigadeiro, pode-se fazê-lo por meio dos municípios que estão ao redor.

O aeroporto mais próximo do Parque Estadual da Serra do Papagaio, que pode ser útil para pessoas que vêm de outros estados, é o Aeroporto de Juiz de Fora (JDF), a apenas 190 quilômetros de Aiuruoca. Partindo da rodoviária de Juiz de Fora, pode-se chegar a este município pela linha administrada pela Viação Santa Cruz. O valor da passagem é R$ 41,00.

Caso esteja partindo de Belo Horizonte, pode-se seguir sentido Lavras. Ainda, se o seu ponto de partida for de São Paulo, de carro, pode-se seguir a rodovia Fernão Dias sentido à Caxambu (MG).

+ Veja Também Lambari MG – 6 Pontos turísticos para você aproveitar na cidade!

Como funciona a entrada no parque?

Vista aérea do Parque da Serra do Papagaio Fonte: Parqueserradopapagaio

Felizmente, a entrada no Parque da Serra do Papagaio é gratuita. Isto significa que os turistas podem usufruir toda a beleza do local sem pagar nada. É cobrado apenas para o uso das instalações do local. Para se hospedar no Chalé das Araucárias e no Abrigo do Vale, são cobradas diárias de R$ 50,00 por pessoa.

Outras infraestruturas do Parque da Serra do Papagaio são a sede administrativa, o centro de pesquisa, que conta com alojamento, o heliponto e certa trilhas que são sinalizadas.

Ademais, segundo o Instituto Estadual de Florestas (IEF) de Minas Gerais, o horário de funcionamento do Parque Estadual da Serra do Papagaio é conforme o agendamento com a gestão de unidade. Porém, diversos guias realizam passeios de acordo com a demanda, visto que não há o controle expresso da entrada no parque.

Quais passeios fazer?

Cachoeira - Parque estadual da Serra do Papagaio Fonte: Arpariogrande

O Parque Estadual da Serra do Papagaio é um conjunto montanhoso que possui picos acentuados e altitudes acima de 1.800 m, em mais de 50% de seu território. Devido à sua grande diversidade vegetal, contando com campos, Mata de Araucária e Mata Atlântica, são muitas as espécies de fauna e flora presentes na Serra do Papagaio. Até mesmo, algumas que estão correndo o risco de extinção. Por isto, o turismo ecológico é muito procurado na região.

Trekking

Trekking - Serra do Papagaio Fonte: Freddy durlerc

Para realizar o trekking, as regiões sul e sudoeste são as mais indicadas, devido às altas altitudes. Ao sul, localiza-se o Morro da Mitra do Bispo com 2149 m, e, ao sudoestes, o Pico do Bandeira com 2357 m, na Serra do Papagaio. Ademais, outra grande atração é o Pico do Papagaio, que está a mais de 2100 m de altitude, no município de Aiuruoca. A trilha deste Pico possui 16 km, ida e volta, e pode ser iniciada na Cachoeira dos Garcias.

Trilhas no Pico do Papagaio

Montanhas - Trilhas no Pico do Papagaio Fonte: Vamos trilhar

Quem for realizar trilhas no Pico do Papagaio também podem aproveitar para conhecer outros pontos turísticos pertos, como a Pedra Quadrada, a Pedra Redonda, o Pico do Santuário, a Crista do Tamanduá, o Pico do Canjica e Retiro dos Pedros. Para acessar o Pico, pode-se seguir até a sede do parque, em Aiuruoca, e percorrer cerca de 30 minutos de trilha.

Cachoeiras na Serra do papagaio

Cachoeira no Parque estadual Fonte: Youtube

Caso tenha o objetivo de visitar o Parque Estadual da Serra do Papagaio para conhecer as lindas cachoeiras, algumas são muito indicadas, como a Cachoeira do Juju, no município de Baependi. A queda possui cerca de 130 m de altura, e é ideal para pessoas que, além de tomar um banho, também desejam realizar rapel.

Ainda, outras cachoeiras famosas são a Cachoeira Deus-Me-Livre, do Fundo, do Vertedouro e da Antiga Usina.

Dicas para visitar o Parque Estadual da Serra do Papagaio

Parque Estadual da Serra do Papagaio - Vista aérea Fonte: G1

A primeira dica acerca da visita ao Parque Estadual da Serra do Brigadeiro é se hospedar em Aiuruoca, onde estão as melhores opções de pousadas. E, algumas, como a Pousada Ajuru, até mesmo oferecem transporte até o começo das trilhas. É importante mencionar que não recomenda-se acampar no Parque, pois não existem campings adequados e a maioria dos locais são montanhosos e rochosos.

Outra dica valiosa é de contratar um serviço de guia turístico, visto que a Serra do Brigadeiro é extensa e, para transitar entre todos os pontos turísticos, é necessário transporte adequado e conhecimento do local. Uma das agências de turismo da região é a Horizonte Vertical, que presta ótimos serviços.

Ainda, como a principal atividade para realizar no Parque Estadual da Serra do Papagaio é a caminhada, é importante levar certos equipamentos adequados. Por exemplo, tênis para trekking já amaciado, blusa segunda pele e touca para o inverno, comidas práticas, protetor solar, band-aids, óculos de Sol, etc.

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Veja também:

Cassino em Lambari MG
Lambari MG – 6 Pontos turísticos para você aproveitar na cidade!
Aiuruoca - Pico
O que fazer em Aiuruoca: Como chegar, atrativos, pousadas e dicas!
Santuário do Bom Jesus do Matosinho - Turismo religioso em Congonhas
Turismo Religioso em Congonhas – MG: Como ir, Horários e Dicas!
Cachoeira em Minas Gerais
11 Cachoeiras em Minas Gerais: Melhores Passeios Para Você Fazer!
Cachoeira em São Roque de Minas
O Que Fazer em São Roque de Minas? Onde Fica, Roteiros e Dicas!
Veja Todas >
Cadastur