Cachoeiras Rio de Janeiro – 20 Incríveis Lugares Para Conhecer!

Pessoas em Trilha

09/03/2022

Índice

Sendo a Cidade Maravilhosa conhecida por atrações turísticas ao ar livre. As cachoeiras Rio de Janeiro são pontos turísticos obrigatórios a qualquer turista. Já que algumas estão localizadas próximas ao centro. E todas oferecem belezas sem igual.

Assim esse Estado brasileiro tão popular entre os estrangeiros proporciona uma viagem completa. Recheada de conhecimento cultural, atrativos. Como o Pão de Açúcar, Cristo Redentor, Mirante Dona Marta. Além de um clima tropical perfeito para aproveitar o Jardim Botânico e suas excelentes praias, como a Praia de Copacabana.

Contudo para sair do padrão e explorar ainda mais o seu território. Visite algumas das 20 melhores cachoeiras do Estado do Rio de Janeiro. E renove suas energias em terras cariocas.

 

+Veja também Cachoeira da Fumaça – Chapada Diamantina: Como Chegar e Atrativos!

 

20 Melhores cachoeiras Rio de Janeiro

Com tantas belezas para se aventurar, as cachoeiras Rio de Janeiro acabam se tornando atrações menos visitadas. Mas aos visitantes que amam um ecoturismo esses pontos são difíceis de ignorar.

Isso porque são lugares que proporcionam novos ares, paz, águas frescas e cristalinas. Juntamente com algumas trilhas bem estruturadas e paredões para a prática do rapel.

Então confira a lista das melhores cachoeiras Rio de Janeiro e escolha a melhor para sua viagem.

1. Véu da Noiva (Magé): Uma das maiores cachoeiras do Rio de Janeiro

Cachoeira Véu da Noiva

Fonte: Portal Turismo Rio de Janeiro

A Cachoeira Véu da Noiva de Magé possui fácil acesso e estacionamento. Além de uma trilha de nível simples indicado também às crianças e idosos.

O seu percurso dura cerca de 50 minutos. De modo a ser um tanto quanto cansativo para algumas pessoas. Porém não desanime. Pois em seu trajeto há outras pequenas quedas d’água e poços onde muitos turistas aproveitam um bom mergulho.

Apesar disso, são mais tranquilas e vazias que a cachoeira principal.

Na Cachoeira Véu da Noiva você pode aproveitar os 110m de queda d’água para um banho. E ainda praticar um esporte radical. Como por exemplo o rapel ou a tirolesa.

2. Cachoeira do Escorrega (Maromba): O tobogã natural do Rio

Cachoeira do Escorrega Maromba - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Esse Mundo É Nosso

A Cachoeira do Escorrega está situada em Maromba, no Parque Nacional do Itatiaia. De modo a estar listada entre as 100 cachoeiras de Itatiaia, uma cidade famosa por seu ecoturismo.

Diferentemente das demais, o Escorrega possui uma grande pedra lisa e inclinada que com a força da água forma um tobogã natural. Onde diversos visitantes se divertem escorregando e caindo em sua pequena piscina fria. Porém fresca e ideal principalmente para os dias mais quentes.

Esse ponto turístico é recomendado também a quem quer apenas relaxar na margem de sua piscina natural. Pois possui um acesso mais simples que qualquer outra cachoeira. Visto que está a poucos metros do seu estacionamento.

Não havendo, então, trilha para andar.

 

+Veja também Viaje para Visconde de Mauá – Roteiros, dicas e hotel!

 

3. Cânions do Iconha (Guapimirim): As belezas da Mata Atlântica

Cachoeira do Iconha

Fonte: Visite Guapi

Os Cânions do Iconha são populares por seus caminhos d’água e trilha leve. Localizados próximos ao Dedo de Deus.

Contudo é importante saber que pode ser um pouco complicado para alguns indivíduos. Já que durante seu trajeto o turista deve passar por uma trilha de água que pode chegar ao joelho. E tomar cuidado por onde pisa. Devido às pedras soltas e escorregadias.

Ainda assim, essa atração vale muito a pena. Já que reserva um pedaço da Mata Atlântica e piscinas naturais esverdeadas.

4. Cachoeira da Concórdia (Guapimirim): Cercada de vegetação

Cachoeira da Concórdia - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Stay Happening

Próximo aos Cânions do Iconha, você pode visitar a Cachoeira da Concórdia. Famosa por sua pequena queda d’água, poço de águas cristalinas e esverdeadas cercado por fauna e flora. De modo a oferecer um ambiente mais privado e pacífico.

Seus visitantes afirmam que suas belezas valem o esforço. Apesar disso, é importante conhecer seus limites. Pois também há quem diga que sua trilha não é tão fácil. Já que conta com algumas subidas que podem dificultar o percurso de pessoas com baixa mobilidade ou idosos.

5. Cachoeira dos Primatas (Floresta da Tijuca): E outras atrações

Cachoeira dos Primatas - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Vamos Trilhar

A Cachoeira dos Primatas é um ponto que chama atenção principalmente por seu passeio duplo. Que envolve, além da cachoeira, a Gruta dos Primatas — um salão de pedra considerado habitat dos micos.

Nesse lugar, você pode aproveitar para tomar um sol, se refrescar na cachoeira e em suas águas rasas que chegam apenas até os joelhos. Ou ainda visitar outras atrações como o Mirante do Horto.

 

+Veja também Floresta da Tijuca: Onde fica, como chegar e atrativos!

 

6. Cachoeira do Chuveiro (Horto): Uma das cachoeiras Rio de Janeiro mais populares

Cachoeira do Chuveiro

Fonte: Vamos Trilhar

A Cachoeira do Chuveiro está localizada dentro da área do Parque Nacional da Tijuca. E é considerada uma aventura excepcional e simples a qualquer um que queira explorar o ecoturismo no Rio.

Isso porque sua trilha dura apenas 20 minutos. Embora tenha alguns trechos de subida para se pendurar em correntes e galhos.

Essa cachoeira é uma das mais visitadas devido à sua localização e formato similar a um box de chuveiro. Já que sua queda d’água de 5m de altitude acontece entre uma fenda na pedra.

7. Cachoeira das Almas (Floresta da Tijuca): Lugar histórico para relaxar

Cachoeira das Almas - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Parque Nacional da Tijuca

A Cachoeira das Almas está a apenas 3km de distância da entrada do Parque da Tijuca. Possuindo, em sua maioria, uma trilha plana.

Esse local é popular devido à sua história. Visto que é um ponto em que os escravos realizavam seus cultos religiosos.
Sua queda d’água é de apenas 4m. E oferece pouco volume de água. De modo que suas belezas se encontram em sua cascata que por vezes pode proporcionar um bom banho.

Além disso, a Cachoeira das Almas é envolta por pedras. Onde muitos turistas sentam apenas para admirar ou então realizar piqueniques.

 

+Veja também Parque Nacional da Tijuca – 5 Dicas Para Você Aproveitar o Local!

 

8. Cachoeira do Bracuí (Angra dos Reis): Cachoeira do Rio de Janeiro que se forma em São Paulo

Cachoeira do Bracui

Fonte: Trilhas da Bocaína

Dentre as cachoeiras Rio de Janeiro, a Cachoeira do Bracuí (ou Bracuhy) é uma das que mais impressionam. Devido às suas cinco quedas que descem por uma altitude de 1100m. E as águas do Rio que na verdade são formadas a partir de São Paulo.

Esse ponto turístico é atrativo aos turistas de duas maneiras: estando no poço onde é possível admirar o mar e o litoral Baía de Ilha Grande. Ou então pela perspectiva de quem se encontra na Baía de Ilha Grande. Pois a partir do litoral é possível avistar a cachoeira como uma grande cicatriz na serra.

9. Cachoeira dos Treze (Petrópolis): Duas quedas d’água de muita beleza e diversão

Cachoeira dos Treze - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Sou Petrópolis

A Cachoeira dos Treze está situada no quilômetro 13, entre Itaipava e Teresópolis. É uma atração popular por suas duas quedas d’água. Uma contendo 15m de altura e a outra com 30m de altura. De modo a ser perfeito para a prática de trekking, rapel ou escalada. Contudo é importante tomar cuidado ou estar acompanhado por profissional caso decida subir. Pois o caminho para o ponto mais alto é perigoso e escorregadio.

Além disso, uma curiosidade é que, embora a cachoeira seja maravilhosa, também é conhecida por Cachoeira da Macumba. Isso porque em sua trilha é possível encontrar alguns “trabalhos” religiosos.

Ainda assim muitos turistas se destinam ao local. Uma vez que a vista e a cachoeira fazem valer a pena.

10. Cachoeira Terceira Dimensão (Cachoeira do Macacu): Um percurso de grande aventura

Cachoeira Terceira Dimensão

Fonte: Partiu Natureza

A Cachoeira Terceira Dimensão é uma incrível obra da natureza. Já que oferece uma queda d’água que desce em três direções. Proporcionando, por vezes, um arco-íris em dias mais ensolarados.

O lugar está localizado no município da Cachoeira do Macacu. E sua trilha é considerada uma das mais difíceis e perigosas. Visto que possui quatro etapas: a primeira sendo uma caminhada leve. A segunda, uma descida íngreme por raízes. A terceira, uma passagem pelo Poço Tenebroso. E a quarta e última, uma caminhada por pedras grandes e escorregadias.

Todo esse percurso dura cerca de 1h30. Apesar disso, todos que o fazem dizem ser um esforço bem recompensado. Pois ao final além de um banho de cachoeira você pode curtir um mergulho em suas águas de cerca de 1m de profundidade.

11. Poço do Céu (Serrinha do Alambari): Cachoeira de Resende com águas claras e esverdeadas

Poço do Céu - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Vamos Trilhar

O Poço do Céu é uma das cachoeiras no Rio de Janeiro que pertence à área de proteção ambiental da Serrinha do Alambari. Ou seja, uma zona que protege os rios Alambari e Pirapitinga.

Essa atração fica próxima ao Poço dos Dinossauros. E ambos formam uma excelente dupla de belezas naturais. Já que são formados por águas claras, cristalinas e esverdeadas. Com pequenas quedas d’água e poços perfeitos para um banho.

Sua trilha é bem tranquila, durando apenas 15 a 20 minutos.

 

+Veja também Serrinha do Alambari: Onde fica, Trilhas, Cachoeiras e Dicas!

 

12. Monjolos (Magé): Cachoeira Rio de Janeiro com trilha e atrações de tirar o fôlego

Cachoeira dos Manjolos - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Sympla

A Cachoeira Monjolos fica no município de Magé, no distrito Santo Aleixo. Chamando atenção por suas três quedas d’água de 45m que formam um poço ideal para banho.

Além disso, todo seu trajeto é repleto de vegetação que protege seus visitantes do sol. E algumas áreas possuem córrego e a cachoeira Monjolinho para um repouso e boas fotos.

Essa cachoeira também é muito escolhida por quem curte um esporte. Visto que muitos praticam o rapel em sua queda.

13. Santa Clara (Maromba): Rapel e banho no topo da cachoeira

Cachoeira Santa Clara

Fonte: Visconde de Mauá

A Cachoeira Santa Clara é uma das mais tranquilas de Maromba. Sendo similar à Cachoeira do Escorrega. Porém sem a possibilidade de escorregar. Isso porque sua queda d’água é inclinada e íngreme acompanhando o formato da rocha.

Para chegar ao poço da parte alta, é indicado seguir uma trilha não oficial. Subindo por mata fechada, ao lado da queda d’água.

14. Cachoeira do Quebra: Dentre as cachoeiras Rio de Janeiro, a mais recomendada para crianças

Cachoeira do Quebra - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Parque Nacional da Tijuca

A Cachoeira do Quebra é a primeira queda d’água do Parque Nacional da Tijuca.

É indicada principalmente às crianças e às pessoas que não são aptas a realizar o restante da trilha do parque. Já que fica bem na entrada, possui uma pequena queda e uma piscina natural rasa.

15. Cascatinha Taunay: Maior queda d’água do Parque Nacional da Tijuca

Cachoeira Tuanay

Fonte: Myskle Tours

A Cachoeira Cascatinha Taunay possui esse nome, porém é bem maior do que se imagina. Pois possui cerca de 35m de altura.

Aos turistas interessados em um bom banho embaixo da queda d’água, infelizmente esse é proibido. Devido à força das águas. Contudo você pode aproveitar um banho no poço abaixo da ponte de pedras de arco romano. Ou então visitar as lojinhas situadas ao seu redor.

16. Cachoeira do Saco Bravo (Paraty): Piscina natural de frente ao mar

Cachoeira Saco Bravo - - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Paraty Tours

A Cachoeira do Saco Bravo é bem diferenciada, uma vez que está localizada na península Ponta da Juatinga, de Paraty. De modo a formar uma piscina natural em meio às rochas da ilha.

Sua trilha começa na Praia da Ponta Negra. Mas para ir e voltar da cachoeira é necessário um barco da comunidade local.

Nesse ponto turístico, muitas pessoas usufruem de um bom mergulho e repouso nas pedras da península.

 

+Veja também Praia do Sono em Paraty: Saiba como chegar, roteiros e dicas!

 

17. Cachoeira do Aiuruoca (Itatiaia): O mergulho dos merecedores

Cachoeira do Aiuruoca

Fonte: Parque Nacional do Itatiaia

A Cachoeira do Aiuruoca também é chamada de Cachoeira das Flores. E pode ser visitada no Parque Nacional do Itatiaia.

Embora tenha uma bela queda d’água, o que mais impressiona é o tamanho e profundidade de sua piscina natural. Que fazem a trilha de cerca de 2h30 valer a pena. Visto que proporciona um mergulho refrescante em águas límpidas.

18. Cachoeira do Poção de 7 Metros (Maromba): Top Atração das cachoeiras do Rio de Janeiro

Cachoeira do Poção - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Visconde de Mauá

A Cachoeira do Poção de 7 Metrôs é encontrada próxima à Cachoeira do Escorrega. Seu nome foi dado devido à sua profundidade que pode chegar até 7 metros. De modo a ser perfeito para um salto para mergulho. Contudo esteja atento ao nível da água antes de se jogar. Pois há dias em que não é tão profunda.

Assim, ao chegar nesse ponto, você verá uma grande piscina natural. Chamada também de Poção da Maromba. E uma cachoeira entre duas grandes rochas — essas são as pedras de onde muitos turistas saltam.

Até mesmo a quem não pretende saltar, a atração é bastante sugerida para um bom banho ou mergulho na “Top Atração” de Maromba.

19. Cachoeira dos Frades (Teresópolis): Tranquilidade em meio à região rural do Vale dos Frades

Cachoeira dos Frades

Fonte: O Diário de Teresópolis

A Cachoeira dos Frades está no Parque Estadual dos Três Picos, a 20 minutos do centro de Teresópolis. Principalmente fora da alta temporada você pode aproveitar um lugar bem privado exclusivo para si.

Sua cachoeira mede 10m de altitude, escorrendo pelas pedras. Ao redor de sua piscina natural há várias pedras. Onde visitantes estendem toalhas para descansar ou realizar um piquenique.

Além disso, aos mais aventureiros, que tal uma escalada?

20. Cachoeira da Feiticeira (Ilha Grande): Destino 2 em 1, cachoeira e praia para renovar as energias

Cachoeira da Feiticeira - Cachoeiras Rio de Janeiro

Fonte: Trilhas e Cachoeiras

A Cachoeira da Feiticeira é perfeita para quem curte uma caminhada e uma trilha simples sem a necessidade de guia turístico. Isso porque é bem sinalizada e possui um percurso de cerca de 1h30.

Não bastando, a quem curte trekking é uma boa opção. Já que a Ilha Grande disponibiliza 16 trilhas.
Ao chegar na cachoeira você irá avistar uma queda d’água de 12m de altura. E um poço médio para banho cercado por pedras e vegetação.

Caso queira curtir uma praia próximo ao local, ande por cerca de 30 minutos. Pois logo você encontrará a Praia da Feiticeira. Com águas cristalinas e calmas.

Dicas finais sobre as cachoeiras Rio de Janeiro

Pessoas em Trilha

Fonte: Hora do Treino

Pensando em se aventurar nas cachoeiras Rio de Janeiro? Então siga algumas dicas para não cometer erros e evitar transtornos:

  • Escolha a melhor época do ano: Ou seja, quando há menos chuva para não pegar as trombas d’água. E nas baixas temporadas, pois assim você terá um espaço mais privado;
  • Vá no primeiro horário: normalmente as cachoeiras privadas estão abertas a partir das 8h. Então vá cedinho para pegar um bom lugar no estacionamento. E não sofrer também com o sol forte da tarde;
  • Prepare sua mochila: é importante levar água, protetor solar, algum lanche e repelente. Mas nunca deixe seu lixo na natureza;
  • Vista roupas adequadas: portanto o mais indicado é ir de tênis, roupas confortáveis e roupas de banho;
  • Cuidado com o caminho: sempre ande com cautela. Pois com certeza haverá pedras mais escorregadias ou soltas pelo percurso. Além disso, reconheça os seus limites. Já que nem toda trilha é fácil;
  • Visite outras cachoeiras além das citadas: como por exemplo algumas localizadas no Parque Estadual da Pedra Branca. Sendo elas, Cachoeira Pedra Branca e Cachoeira do Camorim. Além de Cachoeira do Jequitibá e Cachoeira da Serra do Mendanha.

 

Agora que você descobriu algumas informações sobre as melhores cachoeiras Rio de Janeiro, faça os seus planos. Pois o Estado carioca será mais que o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. Será uma aventura sem fim para renovar as energias em suas belezas naturais!

Busque sua PASSAGEM AÉREA
Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)
Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS
Busque sua PASSAGEM AÉREA
Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)
Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS
Veja também:
Por do Sol no Arpoador
Porque Conhecer a Pedra do Arpoador? Saiba O Que Fazer!
Trem do Corcovado
Trem do Corcovado – Imersão a Natureza Até o Cristo Redentor!
Pessoas em Trilha
Cachoeiras Rio de Janeiro – 20 Incríveis Lugares Para Conhecer!
Mirante da Rocinha
Mirante da Rocinha: Como Chegar, Cardápio, Bar e Dicas!
Volta Redonda RJ Vista Aérea
Volta Redonda RJ: Roteiros e Hotéis Na Cidade do Aço!
Veja Todas > Booking.com
COVID-19
COVID-19
Saiba o que fazer em relação as suas viagens de ônibus