Ilha Fiscal – Rio de Janeiro: Como ir, Atrativos e Eventos

Ilha Fiscal

11/11/2019

A Ilha Fiscal é um dos vários pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, atraindo milhares de pessoas anualmente. De responsabilidade da Marinha, a Ilha compõe o Complexo Cultural do Serviço de Documentação da Marinha (DPHDM).

Localizada no interior da baía de Guanabara, próximo ao centro histórico da capital carioca, a Ilha Fiscal se tornou famosa por possuir um suntuoso palacete (conhecido popularmente como “castelinho”) que abrigou o último baile do período imperial brasileiro, realizado alguns dias antes da proclamação da República.

A seguir iremos conhecer mais algumas características da Ilha Fiscal e suas principais atrações, seu passeio e como chegar até ela.



Como chegar à Ilha Fiscal – Passeios

Castelinho Fonte: Flickr

Dirija-se até a praça XV, localizada no centro do Rio de Janeiro, onde você deverá encontrar o Espaço Cultural da Marinha, que está localizado ao lado direito da estação das barcas.

Neste local será possível adquirir ingressos para a embarcação que leva até a Ilha. Apesar deste ser o transporte mais comum até o local, também é possível que ele seja feito por micro-ônibus ou vans autorizadas, o que ocorre principalmente em razão das condições climáticas que tornam o passeio de escuna perigoso.

A visitação pode ser feita de quinta-feira a domingo e também em feriados, com exceção daqueles em que se suspende o funcionamento do local ou em razão da ocorrência de eventos no local. Para tanto, é importante se pesquisar previamente o funcionamento no site – https://www.marinha.mil.br/dphdm/ilha-fiscal.

Os passeios ocorrem às 12h30min, 14h e 15h30min, sendo que o embarque inicia 20 minutos antes do horário. A bilheteria, por sua vez, funciona entre 11h e 15h10min e somente nos dias em que também ocorrem os passeios.

Os ingressos, que incluem o translado até a Ilha Fiscal e um passeio guiado que dura em torno de 2 horas custam R$ 36,00, enquanto estudantes, professores, menores de 21 anos e idosos (considerados maiores de 60 anos) pagam R$ 18,00.

+ Veja Também Descubra Como Funciona o Rio Card – Dicas Importantes Para Uso!

O que fazer na Ilha Fiscal – Pontos turísticos

A visitação à Ilha Fiscal é basicamente uma visita à história do Brasil e do Rio de Janeiro.

Castelinho

Castelinho na Ilha Fiscal Fonte: Michele viaja

Esta é a principal atração da Ilha, pois os detalhes da construção contam a história brasileira e resguardam as características da arte da época da construção do edifício, que se deu em 1889.

A construção localizada na Ilha Fiscal do Rio de Janeiro imita uma construção francesa da região de Provence. A princípio ela servia como abrigo aos funcionários da alfândega, localizada exatamente na frente do cais da Praça XV, os quais basicamente moravam ali e eram responsáveis por inspecionar as mercadorias que chegavam até a capital carioca, o que justifica o nome da ilha.

O castelinho também atuava como guia aos navegadores, pois seu formato aponta os pontos cardeais enquanto sua fachada até postada na direção sul. Neste castelinho é possível se ver também, logo na entrada, o brasão do Império.

A construção possui vitrais ornamentados com símbolos condizentes à monarquia, com homenagens a Dom Pedro II, Á Princesa Isabel, dentre outras figuras importantes da família real.

Cabe destacar, também, que o local ainda possui a mobília original. No segundo andar da construção há uma sacada que se situa em frente à Baía da Guanabara, da qual é possível se ter uma bela visão.

Galeota Imperial

Galeota Imperial Fonte: Cint

Presente brasileiro para Dom João VI, a Galeota Imperial foi entregue ao rei no ano de 1818, correspondendo a um barco esculpido em madeira nobre e folheado a ouro. Restaurada em 2008, esta embarcação era utilizada pela família real para realizar passeios na Baía da Guanabara, assim como foi a responsável pelo transporte dos convidados do último baile do Império até a Ilha.

Ao seu lado é possível ver dois canhões holandeses cuja fabricação ocorreu em 1634.

Submarino

Submarino - Ilha Fiscal Fonte: Intrip

Há no local, também, um submarino construído na década de 1970 que era utilizado para treinamentos da marinha na costa brasileira até 1997, quando foi aposentado e virou uma peça de museu. Chama a atenção o fato de ser permitido ao turista que adentre no submarino e conheça a parte interna dele, lotada de fios e de torpedos num espaço no mínimo claustrofóbico no qual era permitido o trabalho de 60 pessoas.

Nau

Nau - embarcação portuguesa Fonte: Dicasdacarioca

A Nau presente na Ilha Fiscal é uma réplica das embarcações portuguesas utilizadas no século XVI na exploração e conquista de novos territórios. Foi construída em 2000 em razão da comemoração dos 500 anos da chegada dos portugueses ao Brasil. Seu interior também reproduz a arquitetura naval e ambientes da época.

Eventos

Cadeiras e mesas no evento na Ilha Fiscal Fonte M2eventos

O local histórico abriga, hoje, diversos eventos que vão além dos passeios guiados, sendo palco de diversos eventos culturais e festivos, públicos ou particulares, uma vez que o local está disponível para locações.

A Ilha Fiscal é uma ótima opção de turismo no Rio de Janeiro, pois permite não só a realização de um passeio nas águas cariocas, mas também que o indivíduo conheça melhor a história do país.

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Veja também:

Arcos da Lapa - Centro Histórico do Rio de Janeiro
Centro histórico do Rio de Janeiro: Principais atrativos turísticos!
Pedra Bonita
Pedra Bonita no Rio de Janeiro: Como chegar, trilhas e atrações!
Carros do Jeep Tour Rio
Jeep Tour Rio de Janeiro – Passeio, Ingresso, Atrativos e Dicas!
Voo de Livre RJ
Voo Livre RJ – Como chegar, preço, atrativos e dicas úteis!
Área verde no Parque Nacional da Tijuca
Parque Nacional da Tijuca – 5 Dicas Para Você Aproveitar o Local!
Veja Todas >
Cadastur