Parque Nacional da Tijuca – 5 Dicas Para Você Aproveitar o Local!

Área verde no Parque Nacional da Tijuca

18/10/2019

O Parque Nacional da Tijuca está localizado na cidade do Rio de Janeiro, consistindo em um parque que abrange o Corcovado e o Cristo Redentor, trilhas, cachoeiras e ruínas históricas. É detentor, também, da primeira floresta replantada do mundo, fruto do reflorestamento iniciado em 1961 com o objetivo de recuperar as áreas de floresta que foram devastadas para o plantio de café.

Localizada no centro da capital carioca, o Parque Nacional da Tijuca nos conta episódios da história nacional, além de permitir o contato com a natureza e inúmeras atividades que envolvem educação, aventura e muita diversão. A seguir iremos apresentar mais detalhes sobre este parque que habita o coração carioca.

Como chegar ao Parque Nacional da Tijuca

Menina na vista para floresta da Tijuca Fonte: Trilhatranscarioca

Há diferentes caminhos oferecidos para visitas ao Parque da Tijuca, com múltiplas estradas que permitem seu acesso a pé, de bicicleta, carro, ônibus ou até mesmo trem, como é caso da Estátua do Cristo Redentor.

O acesso principal ao parque é na Praça Afonso Vizeu, na qual é possível se chegar por meio da Estrada do Alto ou pelas linhas de ônibus:

  • 301
  • 333
  • 308
  • 309
  • 345

Já o Setor Serra da Carioca tem acesso das linhas de ônibus:

  • 583
  • 584
  • 569
  • 570

Outra opção é realizar a subida pela Rua Pacheco Leão em direção à Vista Chinesa e Mesa do Imperador a pé, de carro ou bicicleta. O Setor Floresta da Tijuca, por sua vez, é acessível pela Estrada do Alto Tanto em direção à Barra.

Atrações

O Parque Nacional da Tijuca oferece várias atrações para pessoas de todas as idades.

Corcovado e Cristo Redentor

Corcovado e Cristo Redentor Fonte: Planeta Terra Azul

O Corcovado é um dos cartões postais do Rio e possui 704 metros de altitude. No seu topo se encontra o Cristo Redentor, monumento de 1931 que, em 2007, foi eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

+ Veja Também Cristo Redentor no Corcovado: Como Chegar, Atrativos e Dicas!

Pedra da Gávea

Pedra da Gávea Fonte: Wikipedia

A Pedra da Gávea corresponde a um bloco monolítico de 842 metros de altitude e é muito comum figurar em fotos de turistas. Possui ao seu entorno inúmeras trilhas, sendo um ícone carioca do montanhismo.

Mirante Dona Marta

Casal no Mirante Dona Marta Fonte: Viva pelo mundo

Localizado na Estrada das Paineiras, possui 364 metros de altitude e proporciona uma vista detalhada da cidade do Rio de Janeiro. Conta, ainda, com um heliporto.

Grutas

Grutas no Parque Nacional da Tijuca Fonte: Vamos trilhar

A Trilha Ciruclar Interna, uma das várias trilhas presentes no Parque Nacional da Tijuca, é ornamentada por um circuito de grutas, dentre elas a Grutas do Belmiro e Luis Fernandes, cujo título homenageia dois dos homens que atuaram no reflorestamento do Parque.

Outra gruta que chama a atenção é a Caverna dos Morcegos, uma fratura rochosa que possui mais de 100 metros de profundidade.

O que fazer Parque Nacional da Tijuca

São inúmeras as atividades propiciadas pelo Parque Nacional da Tijuca, cujo contato com a natureza permite atividades físicas, além de lazer atrelado ao conhecimento histórico e de nossa flora e fauna.

Caminhadas

Grupo fazendo caminhada no Parque Nacional da Tijuca Fonte: Viagem e turismo

O Parque possui mais de 200 quilômetros de trilhas cujos graus de dificuldade são variáveis. Indica-se para idosos ou pessoas com dificuldade de locomoção a trilha Dom Pedro Augusto, que conta, inclusive, com equipamentos que facilitam a locomoção de deficientes visuais e cadeirantes.

Também, o Pico da Tijuca é o ponto mais alto do parque e possui 1.021 metros, sendo localizado na Estrada do Alto da Boa Vista. Apesar da altura, não apresenta grandes dificuldades para iniciantes. Dentre as trilhas com maior grau de dificuldade, que atraem aventureiros, está o Circuito dos Picos e a Trilha da bonita Pedra da Gávea.

Escalada

Escalada no parque Nacional da Tijuca Fonte: Esportesradicaisdeaventura

Existem mais de 300 vias de escalada nas montanhas presentes no Parque, sendo oferecido, inclusive, aulas para que iniciantes possam praticar o esporte de maneira segura, como o Campo Escola das Paineiras ou no Campo Escola 2000, localizados próximos à gruta Paulo e Virgínia, no Setor Floresta.

Aos escaladores experientes são ofertadas as opções de escalada na Pedra da Gávea e Corcovado.

Banho de cachoeira

Banho de cachoeira no Parque Nacional da Tijuca Fonte: Vamos Trilhar

Banhos de cachoeiras são um dos favoritos dos banhistas, pois permitem o contato com água doce e limpa e energizam o organismo. As mais famosas cachoeiras do Parque são as do Horto (Primatas, Quebra, Chuveiro) e a Cachoeira das Almas.

Contemplação

Mulher no Mirante da Cascatinha Fonte: latitude certa

Com sua bela estrutura que inclui cachoeiras, trilhas, rica fauna e flora, além de ruínas de estruturas históricas (tais como aquelas concernentes ao ciclo do café), o Parque Nacional da Tijuca também oferece exercícios de contemplação e contato com a natureza, além do próprio Rio de Janeiro.

Dentre os inúmeros mirantes, os mais famosos são, sem sombra de dúvida, o Corcovado e o Mirante da Cascatinha, localizado no Setor Floresta da Tijuca.

Voo Livre

Voo Livre sobre o parque da Nacional da Tijuca Fonte: Guia do transporte

O Parque também oferece rampas de voo livre, como a presente no Setor Pedra Bonita, que possui fama mundial.

Épocas para visitação e ingressos

Cristo Redentor - Parque Nacional da Tijuca Fonte: O globo

O Parque da Tijuca pode ser visitado durante o ano todo, principalmente pelo fato de que a cidade do Rio de Janeiro não sofre com temporadas de frio como São Paulo ou a região Sul brasileira.

Entretanto, é necessário cuidado durante o verão, em que se deve acompanhar a previsão do tempo para evitar grandes chuvas e temporais que podem tornar sua caminhada ou banho de cachoeira perigosos. Além disso, deve-se sempre portar repelentes e protetores solares, que garantirão sua proteção contra doenças e insolações.

Informações do parque podem ser colhidas no Centro de Visitantes, que conta com guias, loja e museu, além de restaurantes no Setor Floresta que, por sua vez, assim como o Setor Serra da Carioca, está aberto para visitação diariamente entre 8h e 17h. Já Setor do Corcovado permite visitas entre 8h e 19h.

Os ingressos devem ser comprados pelo site www.paineirascorcovado.com.br e estão isentos de pagamento idosos com idade superior a 60 anos e crianças com até 12 anos devidamente acompanhadas de um adulto responsável.

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Veja também:

Metrô no Rio
Metrô no Rio – Entenda como funciona, preços, linhas e horários!
Queima de fogos - Réveillon
Réveillon no Rio de Janeiro – 4 Dicas para você curtir o ano novo!
Parque - Quinta da Boa Vista
Quinta da Boa Vista: Como chegar, atrativos e dicas!
CCR Barcas
CCR Barcas – RJ: Onde embarcar, preço, horários e dicas!
Ilha Fiscal
Ilha Fiscal – Rio de Janeiro: Como ir, Atrativos e Eventos
Veja Todas >
Cadastur