Serrinha do Alambari: Onde fica, Trilhas, Cachoeiras e Dicas!

Pessoa em cachoeira - Serrinha do Alambari

07/08/2019

A serrinha do Alambari é uma região incrível, localizada na interior do Rio de Janeiro. A serra fica entre Penedo e Visconde de Mauá, na cidade de Resende. Apesar de o local ficar mais próximo da capital do Rio de Janeiro do que da de São Paulo, é verdade que o trajeto dessa segunda cidade também não é muito longo (são apenas 280km).

Sendo assim, é bem fácil chegar e aproveitar a região. Nesse artigo vamos contar tudo que você precisa saber para aproveitar ao máximo a serrinha do Alambari.



Como chegar na Serrinha do Alambari

Mulher em cachoeira na Serrinha do Alambari Fonte: Flickr

É possível chegar de carro na região, mas o estacionamento não costuma ser muito fácil. Se essa for sua escolha, tenha certeza de que seu hotel ou hostel conta com um esquema de estacionamento.

Nossa sugestão é que os visitantes procurem chegar à cidade de ônibus, para maior comodidade. A melhor opção é pegar um ônibus até a Resende e, de lá, buscar linhas locais (como, por exemplo, a linha 310). Visite o site da prefeitura de Resende para ver qual é o ônibus ideal para seu trajeto.

Além disso, conte com a Transportal Viagens na hora de comprar suas passagens de ônibus para Resende! Se não houver ônibus direto para Resende de sua cidade, uma opção é pegar um ônibus até a Rodoviária Novo Rio e, de lá, pegar outro ônibus para Resende.

Onde ficar em Alambari

Quarto do hotel Vila Rica em Resende Fonte: Booking

A região da serrinha do Alambari é bem turística e simples, tornando a hospedagem na região muito complexa e constantemente cara. Além disso, como a região é bem pequena, costuma valer mais a pena se hospedar nas cidades próximas que são maiores, como Penedo ou Visconde de Mauá.

Assim, você pode aproveitar o melhor da Serrinha do Alambari e ainda conhecer um pouco de outra cidade. Seja qual for sua escolha de cidade e de estratégia turística, com certeza a Transportal Viagens pode te ajudar a encontrar o hotel ideal. Portanto, corra para nosso site e escolha seu hotel favorito entre as opções.

Algumas de nossas opções favoritas são os hotéis Bertell e Britânia. Ambos ficam a menos de 5 km de distância da área de proteção ambiental da Serrinha do Alambari. Além disso, eles também ficam perto de outras atrações do centro de Penedo, o que pode fazer a viagem ser ainda mais divertida. Ambos contam com Wi-Fi, estacionamento gratuito e café da manhã. A paisagem é de tirar o fôlego em ambos, que contam até mesmo com vistas panorâmicas. Se você quer conforto e comodidade, recomendamos os hotéis!

Vale ressaltar que, para os mais aventureiros, a Serrinha do Alambari conta com uma excelente área de camping, que também é bem perto das principais atrações da região. Se você estiver a fim de encarar o espírito esportivo e dormir em barracas, talvez essa seja sua opção perfeita!

Onde comer na Serrinha?

Pessoas se servindo em restaurante Fonte: Revista food magazine

Por ser uma região bem turística e pequena, os restaurantes da Serrinha do Alambari costumam ser mais caros. Se você não tiver como comer em alguma cidade próxima (mas também longe dos grandes centros turísticos!), procure os restaurantes mais simples ou pequenos mercados para comprar alguns lanches.

Lembre-se que a região é imersa na natureza e tem grande fluxo de visitantes, então tenha cautela com seus lixos e seja consciente. Para que a serra do Alambari continue tão bonita como é, seus turistas precisam respeitá-la. Leve sempre seu saquinho de lixo e só faça os descartes nos lugares corretos.

Recomendamos três restaurantes que ficam na região e a menos de cinco quilômetros da área da reserva da Serrinha do Alambari. São eles: Jardim Secreto, Vernissage Restaurante & Galeria de Arte e Truta Viva. Todos são imensamente elogiados pelos visitantes, com lindas vistas e com uma culinária que leva em conta as raízes locais e é deliciosa. Em qualquer uma das opções você terá uma experiência inesquecível, então escolha o restaurante mais a sua cara!

Atrações imperdíveis na Serrinha do Alambari

Obviamente as grandes atrações da Serrinha do Alambari são relacionadas à sua exuberante natureza. É impossível visitar a região e não se abismar com as belezas das trilhas e cachoeiras. Vamos dar todas as dicas para você curtir os passeios imperdíveis da melhor maneira. Então, aproveite o post!

+ Veja Também Conheça as Melhores Cachoeiras de Carrancas em Minas Gerais!

Cachoeiras: Poço do Céu e Poço do Dinossauro

As duas cachoeiras mais famosas de Serrinha do Alambari ficam bem perto uma da outra. Ou seja, você pode fazer o passeio duplo com facilidade. Porém, nossa recomendação é que você comece sua jornada bem cedo! É claro que as cachoeiras acabam lotadas e que o espaço para estacionar é bem limitado.

As duas cachoeiras ficam em um terreno privado e, por isso, é cobrada uma taxa de entrada de trinta e cinco reais por pessoa. Pode parecer caro, mas o valor garante que as trilhas estejam bem cuidadas e seguras. E, com certeza, o investimento vale muito a pena! A trilha tem bastante sinalização e é bem simples, então não é necessário contratar um guia.

Poço do Céu

Poço do Céu na Serrinha do Alambari Fonte: Viciada em viajar

A primeira cachoeira que a trilha leva é a Poço do Céu. A trilha até lá é bem tranquila e dura menos de 20 minutos. Qualquer pessoa, mesmo que não seja muito atlética, consegue fazer esse trecho da trilha sem muitas dificuldades. Especialmente sabendo que ao fim dela, será possível ter contato com um pedacinho do céu! Pois é exatamente essa sensação que o Poço do Céu traz.

A queda d’água leva a um poço com um formato assemelhado ao de um coração, que tem a água tão azul que parece de mentira. O poço do Céu tem duas quedas. Uma grande, que forma o aglomerado principal de água e uma menor, ideal para nadar sem preocupações e descansar da trilha.

Quando o visitante já desfrutou dessa primeira parada, é hora de seguir para a próxima etapa! Por conta do trajeto, recomendamos que os visitantes levem uma toalha, especialmente nos dias mais frios. Assim, é possível garantir a melhor experiência e evitar uma gripe.

Poço do Dinossauro

Menina no Poço do Dinossauro Fonte: Ecovaletur

A trilha para o Poço do Dinossauro é bem curta. Não são nem dez minutos de caminhada entre o Poço do Céu e o Poço do Dinossauro. Todavia, a trilha é um pouco mais íngreme e costuma ser mais escorregadia. Por isso, é fundamental ter muito cuidado (e estar devidamente calçado). Tome especial cuidado com as crianças e idosos, que podem achar a caminhada mais difícil.

Apesar do trajeto mais complexo, o Poço do Dinossauro é um local imperdível. O espaço para nadar é bem grande, a queda d’água é linda e a cor da água também é capaz de arrancar suspiros. E ah, se você for bem corajoso, é possível ainda saltar do topo da queda até o poço. Mas prepare o coração: além da adrenalina do pulo, você ainda vai ser recebido pela água gélida!

Nossa última sugestão para aproveitar o passeio da melhor forma é levar uma muda de roupas quentinha para se trocar depois do último mergulho. A região é uma serra, com bem diz o nome, e as temperaturas costumam cair durante o dia. Aproveite seu dia e volte em segurança para seu hotel ou acampamento!

E aí, partiu Serrinha do Alambari?

Esperamos que nosso artigo tenha te convencido a visitar a Serrinha do Alambari ou, pelo menos, te feito colocar a região nos seus planos. Seja qual for a sua próxima viagem, conte com a Transportal para ajudar a planejá-la. Temos as melhores opções de passagens, hospedagens e pacotes. Vamos viajar!

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Busque sua PASSAGEM AÉREA

Adultos
Crianças
24 meses à 11 anos
Bebês
até 23 meses (no colo)

Busque sua PASSAGEM DE ÔNIBUS

Veja também:

Mulher na vista para praia no Rio de Janeiro
Trilhas no Rio de Janeiro: 7 Roteiros Para Quem Gosta de Aventura!
Barra da Tijuca
O Que Fazer na Barra da Tijuca: Onde fica, Como Chegar e Atrativos!
Bondinho no Rio de Janeiro
Bondinho no Rio de Janeiro – Ingressos, Horários e Atrativos!
Barcos na Ilha de Paquetá
O Que Fazer na Ilha de Paquetá? Como ir, Pontos Turísticos e Dicas!
Cristo Redentor
Cristo Redentor no Corcovado: Como Chegar, Atrativos e Dicas!
Veja Todas >
Cadastur